terça-feira, 15 de setembro de 2009

Um dia daqueles...

Sabe quando vc pula da cama com o pé esquerdo? Hoje foi mais ou menos assim...menino correndo, cachorro tropeçando, marido reclamando, filha atrasada para aula, trânsito caótico, chego na academia e a Fernanda simplesmente não leva NADA! E aí tenho que ligar para o Carlos trazer as coisas dela...enfim um perfeito dia doméstico! Aos poucos, vou acalmando, planejando daqui e dali e as coisas vão entrando nos eixos. Agora no fim da tarde, pausa no trabalho e um papinho virtual com minha amiga Fabi e mais relaxada e otimista me preparo para ir levar Fernanda para a patinação, mas antes vou checar meu e-mail e encontro essa mensagem repassada pela minha irmã, Flávia:
"Os filhos crescem
Um desses dias você irá gritar: “ Por que vocês não crescem e tomam jeito?”
E seus filhos farão isso.
Ou dirá: “Vão para fora e achem alguma coisa para fazer... e não batam a porta quand0 saírem”.
E eles farão isso.
Você arrumará o quarto dos meninos...a colcha lisa, os brinquedos nas prateleiras. E dirá em voz alta: “Quero que tudo fique sempre assim”.
E vai ficar.
Você vai preparar um bolo que não terá marcas de dedos na cobertura, dizendo: “Esse é para as visitas”.
E comerá sozinha.
Você dirá: “Quero sossego quando estiver ao telefone. Nada de barulho, silêncio! Ouviram?
E você o terá.
Não mais haverá toalhas sujas de macarrão, nem plástico sobre o sofá para evitar marcas de sujeira. Não mais portinholas no topo da escada a fim de evitar quedas, nem noites ansiosas por causa de um resfriado.
Imagine um batom com ponta. Lavagem de roupa uma só vez por semana.
Não mais reuniões de pais e mestres. Não mais acordos para levar as crianças à escola.
Ninguém para deixar o rádio ligado até o último volume.
Pense sobre isso. Não mais beijos molhados, misturados com mingau de aveia.
Não mais risadinhas no escuro, não mais joelhos para serem curados.
Não mais responsabilidade.
Somente uma voz gritando: “Porque você não cresce?"
E o silêncio respondendo: CRESCI!”

Fala sério, um nó na garganta...Gente, ainda o que eu achava que era acordar com pé esquerdo, à luz da reflexão acima é a maior dádiva que tenho. Tudo na vida é questão de enfoque, de prioridades e a minha prioridade são meus filhos! Então que venham mais manhãs de pé esquerdo...quero permanecer assim com essa loucura matinal.
Bjs a todos

8 comentários:

Lany disse...

a minha tb!!! o Guga é tudo pra mim! boa semana.

Débora Prass disse...

Esse é o tipo de texto que a gente tem que imprimir e guardar na carteira, pra ler sempre naqueles momentos de “pé esquerdo”! Respirar fundo, e ver o lado bom, né? Nos vemos semana que vem, eba!

Fernanda disse...

Não acredito que vc ganhou um bulldog frances, eu sou looouca por um!!!!!!!! ai, quero conhecer!!!!

Marcia Valesca disse...

Que legal!!!
Adorei a coincidência e o texto maravilhoso.
Beijos.

SoniaSilva disse...

Eliane,

Saudades deste tempo. Ainda bem que vem os netos para nos dar a oportunidade de recomeçar.

Paty disse...

É mesmo né Eliane! Ainda vamos ficar tristinhas com saudades dos nossos chiliquinhos, nao vamos nao?
Beijo
Paty

Scrap pelo Brasil disse...

Eliane...
lindo otexto que vc postou,vale mesmo a pena imprimir e deixar a vista sempre!!
passei para agradecer o seu comentario lá no blog,obrigada pelo carinho!!!

Jaluza Scrap disse...

Lindo texto.
Já guardei!!!!

Seguidores